quarta-feira, janeiro 23, 2008

Projeto Orla em Ilhéus

A gestão do litoral de Ilhéus e região, vive uma grave crise marcada por impactos ambientais, e ocupações irregulares. Sem projeto e um plano de gerenciamento adequado, o município não segue uma plano diretor, não planeja estrategicamente, não combate as agressões ambientais, e nem se articula para implementar os projetos prioritários de que necessita.


A reestruturação da Orla de Ilhéus esta no centro das prioridades. Chegou a hora de reverter, pelos menos, um, entre tantos passivos ambientais gerados pela construção do Porto Internacional do Malhado, a transfiguração do cenário primitivo da  “Princesinha do Sul”. Agora, o projeto de uma nova Orla Central  pode transformar esse grande impacto na Avenida Soares Lopes, em um ponto positivo de retomada de qualidade no espaço urbano da cidade.



O Projeto Orla (Projeto de Gestão Integrada da Orla Marítima) teve sua primeira fase concluída com a Audiência Pública realizada em 26 de novembro de 2007, no Ilhéus Hotel, onde foi apresentado, aprovado e eleito seu Comitê Gestor. O processo foi coordenado pela bióloga Rute Colares, que, independentemente das crises administrativas que ocorreram no município, cumpriu os prazos, e legitimou o processo de ajuste  com o governo federal. Mas parou!

A Audiência Pública do Projeto Orla, definiu a Avenida Soares Lopes,
 o bairro de São Miguel e a Praia do sul, como as três áreas prioritárias.

A reurbanização da Orla Central é um marco histórico entra a velha,
e a nova Ilhéus, renovando a auto-estima de nosso povo e de nossa cidade.

No âmbito federal o projeto integra os Ministério do Meio Ambiente e o Ministério do Planejamento, no âmbito da Secretaria do Patrimônio da União. Seu objetivo é “o ordenamento dos espaços litorâneos sob domínio da União, aproximando as políticas ambiental e patrimonial, com ampla articulação entre as três esferas de governo e a sociedade”. Existe verba!

Orla Sul, a preferida dos turistas, também sem urbanização.


Temos, em mais um governo, mais uma oportunidade de enfrentarmos nossos problemas urbanos, e articularmos, concretamente, uma política de desenvolvimento de nossa orla norte, central e sul. Para isso, é necessário atender tecnicamente a legislação ambiental, contar com a participação da sociedade, e planejar não apenas, as obras que podemos realizar em curto prazo, mas a evolução de um projeto maior, em médio, e longo prazo.

O projeto Orla é um dos painéis mais importantes de gestão ambiental no sul da  Bahia, e uma das maiores motivações para escrever sobre a defesa de nossa cidade, cultura, e meio ambiente.   

São Miguel, impactos ambientais, prejuízos à comunidade e muitas incertezas.


..............................................................
Confira a Reportagem:


Mais Informação sobre o Projeto Orla:

Um comentário:

Pedro Müller disse...

Que tal Projeto de Gestão Integrada da Orla Marítima de IOS não fique apenas no papel.Que seu comitê gestor (quem?)realmente se empenhe em tão importante e almejado projeto.As leis existem, as normas ambientais...o que pode faltar é "vontade política"!A sociedade civil aguarda; precisa; no sentido da necessidade e da precisão (acerto) de tal medida.Que o empenho seja de todos!!!